Iss’quié orgulho

Porque desse vídeo:

1-tá na net; por mais que seja um recado de Luísa para seus chegados, publicou tá publicado.

2-figura a discussão do post anterior.

3-achei SENSACIONAL, me deu gosto de ver como ela tá bem… sério, não conheço, não sei quem é e não quero saber (também não se trata de criar novos ídolos por uma semana que a internet tem gerado), mas eu abri um sorrisão no fim do vídeo… que orgulho! “Pra quem falou que eu tava mal…” ela está feliz e orgulhosa de suas conquistas. E só.

Para um desavisado cultuante da homofobia, escancarada ou enrustida, as impressões variam desde achar graça, até se revoltar… Daí o motivo de tanto de onde veio isso, quanto dos comentários no próprio You Tube.

A homofobia escancarada está em todos os cantos e normalmente vem de pessoas que chamam os GLBTT de doentes, mal amados… ou qualquer coisa que questione a integridade moral desse grupo. Mas a homofobia enrustida parece estar introjetada numa parcela muito maior da população, é extremamente disseminada nas pessoas que dizem “eu não tenho precoceitos”. Que raiva quando ouço essa frase, sempre fico com vontade de retrucar “SAI DO ARMÁRIO”, não para que esses indivíduos se assumam. Ao contrário: deixem de hipocrisia e mostrem sua real opinião.

Porque contra Bolsonaros é mais fácil argumentar, mas os enrustidos dão muito mais trabalho…

por Calasan

Anúncios

2 Respostas para “Iss’quié orgulho

  1. Achei o vídeo divertido…mas dá margem para vários tipos de interpretação….
    Só para entender, foi ela [parece que seu nome é Luisa] que postou isso na internet.
    Provavelmente, o vídeo é uma resposta para pessoas que achavam que ela não se divertia naquele lugar.
    E sim… o vídeo é legal, é bacana. Mostrou que a moça está bem, é um “tapinha” com luva de pelica.
    Agora, cabe ao leitor perceber isso e se identificar com a felicidade dela, cabe ao leitor ver o vídeo sem preconceito, sem achar que é jocoso ou ofensivo.
    E vc, o que acha?

  2. Achei isso também, Botas! Por que será que as pessoas se ofendem tanto com a felicidade dos outros? Com o outro que é diferente? Será que o recalque é mesmo o sentimento mais comum que existe? Não faz sentido nenhum pra mim alguém se incomodar com a piscina, o pinto (ou a falta dele), os seios e, acima de tudo, com a liberdade e a felicidade alhei! Um grande e sonoro “Ide à merda” para todos os que tiraram sarro desse vídeo… eu acho a Luisa foda!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s