O Corolário Cepacol – O pensamento político tucano

BondBoca e Boca de Caçapa

Os leitores de Tabnarede (e d’el estupendo grouchomarxista também) já tiveram oportunidade de debater o artigo de FHC na semana passada. Apenas com intuito de refrescar a memória, vou lembrar que o ex-presidente tentou dar uma orientação política de oposição ao seu PSDB. Nas tais linhas expressou que, daqui para a frente, o “povão” é classe que permanecerá alinhada ao Partido dos Trabalhadores, mas que um novo estrato social estava disponível à disputa política: A Nova Classe C.

A opinião do ex-presidente tomou ares de tese de Sociologia e foi assim que ganhou a hasta pública. Os jornalistas alinhados com o projeto FHC/PSDB não demoraram a reproduzir a opinião de FHC em seus próprios termos. O curioso é que esses termos expressam um profundo asco da pobreza. Para eles, pobre, além de não ter consciência política, é fedido pronto e acabou. E, ainda para eles, quando o povão ascende socialmente, a primeira atitude é de providenciar o fim do suposto futum – é o Corolário Cepacol.

Explico: Cristiana Lobo ao se aventurar por análises que desvendassem a Nova Classe C (na Globo News, no último fim de semana, assista aqui só a partir do 5º minuto) afirmou que é o consumo que os caracteriza, principalmente o desejo de possuir mercadorias como o enxaguante bucal, “afinal todo mundo quer ir cheirosinho para o baile funk”.

Só para lembrar a Cantanhede, durante a convenção do PSDB de 2010, disse esfuziante em matéria para a TV Uol: “Parece até que o PSDB tá virando um partido de massa, mas uma massa cheirosa”.

E, assim, se formula um corolário de pensamento político tucano.

Glaucia Fraccaro

Anúncios

8 Respostas para “O Corolário Cepacol – O pensamento político tucano

  1. O meu profundo desejo é que o PSDB continue a pensar exatamente assim e que fique do jeito que está.
    Tenho comigo que essa postura “tiro no pé” vai, de uma vez por todas, enterrar esse partideco que nunca quis alinhar-se às bases sindicais ou dos movimentos sociais, apesar de já sabermos que historicamente os partidos sociais democratas pelo mundo possuem uma tradição em fazer tais alianças.
    Digo e repito: Quem é o mesmo FHC? PSDB… Hã?

  2. É a versão tucana neoliberal para a política higienista do século XIX. O título “Corolário Cepacol” não poderia ser mais apropriado nem inspirado! Concordo com a Lívia Botin sobre o PSDB dar corda para se enforcar. Que se suicidem.
    De tudo o que li aqui só me resta uma dúvida, entretanto: o troféu “pérola”vai para a Lobo ou para a Catanhede??

  3. Ricardo Figueiredo Pirola

    Quem tem medo dos tucanos? Apostar no pior para ver se a classe c vira bicuda é sinal de que não tem projeto algum. A idéia do grão-mestre tucano é explorar as redes sociais, como se isso fosse a maior novidade do mundo – é um “jênio”. Aliás, para ser justo, os tucanos têm o papa. Mas como a Idade Média acabou há mais de 500 anos, o papa sozinho não ganha eleição.

  4. “Eu não tenho medo” (rs), mas sabemos que eles operam por essa ideia de criar mitos, medos que, aliados à PIG, conseguem convencer uma parcela representativa nas urnas – sem plano de governo! Nesse caso, o esforço em desmantelar essa rede tosca, que se chama de oposição, tem que ser por meio de programa de governo, projeto político, resultados… aí num dá pra discutir pq a cartilha do FHC só vai até a página 1…

  5. hehehehe colorário cepacol!!! heheheheeheeh me mijei heheheheheheh

  6. heheheheheh

  7. De fato, Galu! São asquerosas as análises políticas, sociológicas, filosóficas ou de qualquer outro tipo oferecidas pelo mestre, ops, doutor “jênio” FHC! Perdem apenas (e por muito pouco!) pras pérolas da Lobo, Cantanhede e cia ilimitada! Então quer dizer que é o CONSUMO que caracteriza a Classe C??? Verdade, as classes Zeta, Pi, Gama, Bolinha são cheirosinhas pq nasceram assim mesmo! hahaha! Ando sem paciência pra estupidez!

  8. Pingback: O jornalismo taylorista « o jogo da amarelinha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s